O estilo das garotas de Londres

Houve um tempo em que a maior inspiração de moda no Brasil eram as novelas, vocês lembram? Todo mundo desejava as roupas mais românticas da atriz principal ou as bijuterias poderosas da vilã que era super chique. Quando as TVs perceberam o potencial do mercado, algumaspersonagens passaram a ter até cor de batom e esmalte como marca registrada.

 


 

Ainda é assim no Brasil. As novelas continuam super fortes e tema da maioria das conversas que a gente ouve por aí. Mas a internet vem mudando esse comportamento aos poucos e cada vez mais as pessoas se inspiram na “vida real”.

 

Todo mundo passou a seguir mais sites de moda para saber das novidades, acompanhar o dia-a-dia das celebridades indo às compras e o look das modelos quando estão em momentos relax. Mais ainda, todo mundo segue algum blog de moda, beleza, vida saudável

 

O estilo dessas meninas que começaram postando fotos do look do dia, e hoje são consideradas referências até nas revistas de moda, se tornou uma das nossas maiores inspirações! É bem comum a gente falar que gostou do look da fulana do blog X ou o produto que a blogueira Yusou e indicou, não é mesmo?

 


 

Pois é, em Londres, a coisa muda de figura um pouquinho. Aqui não tem novela como no Brasil e as pessoas já se vestiam de maneiras bem criativas e diferentes muito antes dos blogs e da internet. Então de onde vem tanta inspiração?

 

Robert Cassidy, autor do blog The Style Scout e que foi um dos primeiros blogs de street style do mundo, perguntava para as pessoas que fotograva nas ruas qual tinha sido a inspiração delas na hora de se vestir. As respostas variavam bastante, mas uma coisa elas tinham em comum: muita gente se inspirava na música que estava ouvindo no momento.

 

Outras referências de arte, filmes preferidos, o humor das pessoas no dia, mas principalmente gosto pessoal e personalidade também estavam nas respostas. Ele mesmo reconhece que em Londres as pessoas são mais “corajosas” para serem tão autênticas e vestirem a própria personalidade.

 


 

Como os hábitos brasileiros são muito diferentes e a nossa bagagem cultural é mais ainda, o jeito é adaptar e traduzir isso para a nossa realidade. Conhecer e buscar um pouco mais dessas informações pra guardar aquilo que a gente gosta e se identifica.

 

Ou seja, o negócio é ouvir músicas novas, ler mais livros, ver filmes reparando nos detalhes, observar o jeito que as pessoas mais diferentes se vestem nas ruas e seguir mais blogs de moda.

 

Dá pra começar vendo na internet uma das revistas mais lidas no metrô de Londres: a Stylist. Ela é de distribuição gratuita e semanal, mas sempre tem dicas boas de moda, beleza, livros, blogs, filmes, música e até apps legais para celulares.

 

Depois que a gente se abastece com um monte de informação nova e fresquinha falta pouco para se inspirar como as garotas de Londres. O exercício é juntar tudo que a gente gostou e experimentar as novas idéias na frente do espelho.

 

Aos poucos a gente também vai ter um pouco mais de coragem para usar o que gosta sem se importar tanto com o que os outros vão pensar.

Criatividade e idéias originais como as das garotas de Londres não vai faltar!

 

Célia Spegel mora em Londres há dois anos e trabalha com moda desde pequena, quando ajudava a mãe a costurar.


Célia obrigada pela oportunidade de ter você no nosso blog e pelo carinho !


Beijos

 

Comentários

  1. Obrigada meninas! Foi um prazer escrever aqui no blog ;)
    Sucesso pra vocês \o/
    xx

    ResponderExcluir
  2. Ai que tudo, eu adoro observar a moda de outros lugares, é tão diferente!

    Um beijo!
    http://fashionfinissima.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Célia, gostei muito do teu artigo. Vendo um pouco da vida nas ruas, metrôs, ônibus e trens londrinos, a realidade da "city" é essa mesma. E, devagar, vai influenciando o pensamento e gosto mundo afora. Brasil, inclusive. Quando sai o próximo artigo?

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Nós amamos comentários ! Deixe o seu !

Postagens mais visitadas