Entrevista Thais Giraldelli da Lash House

Nós já contamos para vocês que um dos nossos novos propósitos aqui do Coisas de Teteias é incentivar ideias e provocar transformações e temos certeza que uma das maneiras de fazer isso é compartilhando com vocês histórias de mulheres que lutaram e conseguiram realizar o sonho de ter um negócio, de serem empreendedoras.

Quando pensamos nesta tag e com quem poderíamos começar foi inevitável pensar na Thais, dona da Lash House. Quem acompanha o nosso Instagram (@coisasdeteteias) já deve ter ouvido falar dela, que é a responsável pelos nossos cílios de boneca.


Nós pedimos para ela nos conceder uma entrevista contando a trajetória dela e que história inspiradora ! Tenho certeza que vocês vão adorar conhecer cada detalhe.


Qual seu nome, sua idade e sua formação ? Conta também um pouquinho sobre as suas filhas.

Meu nome é Thais Giraldelli, tenho 31 anos, sou formada em Direito, casada, tenho duas filhas, a Sophie de oito anos e a Maite de dois anos.


Como você começou nesta área da beleza ?

Eu trabalhava na área jurídica e tive uma crise de síndrome do pânico por causa de uma chefe - eu sofria assedio moral. Fiquei muito tempo decidindo o que eu ia fazer para sair daquela crise de síndrome do pânico e o primeiro passo era fazer algo que eu gostasse e ai eu fui fazer um curso de maquiagem. Eu já maquiava, era sempre aquela que maquiava as amigas quando iam sair e acabei pegando gosto. Consegui melhorar da crise e fui fazer mais cursos de maquiagem.

Eu fiz um curso de extensão de cílios porque eu achava que podia colocar em mim mesma, na época eu não tinha ideia do quão complexo era. Eu fui procurar sozinha, porque tinha saído do meu emprego, estava começando em outra área e fui estudar, fui pegar apostilas, materiais pra ver se eu entendia como era e fiz o curso e amei. Me candidatei para trabalhar em vários salões aqui da região e um deles me aceitou e em pouco tempo eu já era a maquiadora sênior deles. Eu trabalhava com extensão de cílios e nunca vou esquecer que uma pessoa do salão disse pra mim que eu ainda ia ser reconhecida pelo meu trabalho com extensão de cílios porque eu já estava tendo uma procura bem grande.


Qual foi o momento que você decidiu se tornar dona do seu próprio negócio ?

Eu decidi fazer um curso em Beverly Hills, Los Angeles, para aprender uma técnica que ainda não tinha no Brasil que chama extensão de cílios mega volume. Eu fui pra hollywood fiz esse curso e me tornei a primeira brasileira a ser certificada dessa empresa e foi ai que eu decidi me dedicar somente a extensão de cílios e decidi abrir o meu próprio negócio.
No começo como tudo é muito difícil eu montei uma sala pequena, trabalhava muito , fazia o financeiro, a contabilidade, atendia o telefone. Tudo é bem sacrificante, mas foi muito gratificante . Três meses depois do meu primeiro negocinho a gente já evoluiu pra um salão maior em um bairro melhor, uma estrutura muito melhor, com outros funcionários e a gente passou a dar para as clientes um outro tipo de conforto.


Quais as vantagens de ser empreendedora ? E quais as principais dificuldades ?

A principal vantagem de ser empreendedora é que a gente tem a opção de definir quanto vai custar o nosso trabalho e quanto eu quero ganhar depende do quanto eu produzir. Eu vendo serviço e hoje eu vendo materiais também mas antes eu só vendia o serviço, então eu trabalhava 13/14 horas por dia para aprimorar o meu serviço e poder atender a maior quantidade de pessoas possíveis e com qualidade. Uma das maiores vantagens foi poder empregar pessoas, poder dar oportunidade para as pessoas poderem aprender uma nova profissão, elas serem gratas a você por isso e ver pessoas se desenvolvendo porque você deu oportunidade para elas.

Na minha opinião a principal dificuldade são os impostos, eu ainda acho que o governo não facilita muito. Tem um problema também com mão de obra pois às vezes a gente tenta contratar mais pessoas e não tem mão de obra qualificada suficiente ainda.


Conta um pouquinho também sobre os seus produtos e os cursos que você ministra.

Nós resolvemos lançar uma linha dos nossos produtos porque eu criei uma característica das minhas clientes, então eu procurei um produto que ficasse uma marca característica nossa, então eu mandei fazer na Coréia um fio para extensão muito especifico com a nossa cara e do nosso trabalho, a cara e a personalidade das nossas clientes. A gente vende estes produtos para quem tem aula conosco, nós damos cursos para essas pessoas também e colocamos profissionais qualificados no mercado. Nós damos oportunidade de pessoas que trabalhavam na área da beleza ou que ainda não ingressaram, de ter um retorno financeiro bom, porque se ela trabalhar bem, trabalhar direito ela consegue.
Essa linha de produtos está indo super bem, a gente vai lançar um site pois por enquanto a venda é restrita para alunos e pessoas que conhecem o meu trabalho, mas a gente já está abrindo este leque para vender inclusive para o exterior.

Como eu ministro cursos eu lido com vários tipos de pessoas, desde pessoas que querem aprender por curiosidade para aplicar nas amigas até aquela pessoa que se sacrificou muito para pagar aquele curso com a esperança de melhorar a sua vida e da família com aquela renda, então a minha responsabilidade na área do curso é muito grande. Eu fico muito feliz quando eu vejo o trabalho bom de uma aluna, vejo uma aluna bem colocada no mercado de trabalho, aquilo me traz uma realização pessoal e profissional bem grande.

No meio disso tudo eu descobri que eu tinha lúpus então o maior desafio foi esse: conciliar a saúde, poder ficar bem com o trabalho, uma empresa ainda jovem e eu não podia deixar isso cair, e isso me motivou a não cair por uma doença tão grave ter me acometido. Uma coisa puxou a outra e me deram forças para me recuperar da doença e continuar com o meu trabalho, não faltar nem um dia, me esforçar e querer melhorar, ter a saúde boa pra poder trabalhar.



Quais mulheres mais te inspiram ?

Eu podia falar um monte de mulheres, um monte de empresárias, mas a mulher que mais me inspira é a minha mãe. porque ela sempre trabalhou, trabalha até hoje, é super workaholic e tudo que ela conquistou com o trabalho dela é incrível. A realização pessoal, profissional dela me inspira muito e eu gostaria de ser como ela, tão bem sucedida profissionalmente como ela, então de verdade quem mais me inspira é a minha mãe.


Você tem alguma dica para quem quer empreender também ?

O que é muito importante e eu sempre falo para as minhas alunas como dica de empreender é trabalhe duro. Não desista, muitos empecilhos vão aparecer, você vai querer desistir muitas vezes, mas você respira, você não desiste, trabalha duro. Não tenha preguiça, não tenha medo de errar, não tenha medo de aprender e não tenha medo de perguntar. Trabalhar duro, se dedicar de corpo e alma é o importante para você dar certo em qualquer área. Se for o seu próprio negocio é importante você amar o que faz.
Eu comecei bem pequeninha, tinha dinheiro só para comprar uma caixa de cílios e quando estava acabando eu ia comprar outra. Hoje eu tenho uma média de 300 clientes fixas mensais, treinei já mais de 250 alunas que estão no mercado de trabalho e tenho uma linha de produtos, uma empresa própria, duas certificações internacionais e agora vamos ter atendimento também fora do pais e isso tudo porque eu faço com muito, muito amor. O meu atendimento ao cliente é diferenciado porque eu, de verdade, conheço cada particularidade dos meus clientes, quanto eles gostam, do que eles gostam, quanto eles gostam e tenho uma relação de amor com eles, não é uma relação comercial; na minha opinião esse é o diferencial do meu trabalho, é o que faz dar certo e é a dica que eu tenho para quem quiser empreender .

Postagens mais visitadas